O Relâmpago
GOLPE DE TEMER, CUNHA, AÉCIO E FHC TIROU 10% DO SALÁRIO DOS BRASILEIROS
Publicado às 09:59h de 12/16/16



 247 - O salário de trabalhador brasileiro foi o que mais caiu entre todas as grandes economias do mundo, que fazem parte do G20, em 2016, de acordo com números da OIT (Organização Internacional do Trabalho), divulgados pelo jornalista Jamil Chade nesta quinta-feira 15.

De acordo com a organização, a queda no salário real do brasileiro neste ano deve ser de 6,2%. Em 2015, a perda foi de 3,7%. Em dois anos, a queda foi de 10%. A perspectiva para 2017 é de novo recuo.

Desde 2012, a renda do brasileiro apresentava crescimento: 4% em 2012, 1,9% em 2013 e 2,7% em 2014. A crise se aprofundou ainda mais neste ano. "Os números que estamos vendo não são nada encorajadores", disse Deborah Greenfield, vice-diretora da OIT, conforme a reportagem.

O ano de 2015 foi tomado pelo desastre econômico em um cenário em que PMDB e PSDB se uniram na política do "quanto pior, melhor" para derrubar a presidente Dilma Rousseff. Já em 2016 foi quando Michel Temer e Henrique Meirelles assumiram a gestão da economia.

A conta da queda brutal no salário do trabalhador brasileiro, portanto, deve ser cobrada dos arquitetos do golpe – Aécio Neves, Fernando Henrique Cardoso e Eduardo Cunha – bem como de seu beneficiário, que foi Michel Temer.

 
Anuncio pequeno

 
Notícias
Mundo
Brasil
Alagoas
União dos Palmares
Zona da Mata
Cultura
Economia
Educação
Geral
Politica
Espaço do Leitor
Caçuá de ideias
Vídeos
TV Relâmpago
Eventos
Galerias
© O Relâmpago, 2011 - 2015,  Todos os direitos reservados |  Anuncie  - Fale com a redação
DS - Desenvolvimento de Sites